Marina Pechlivanis----

Mais fotos:

----

Vídeo: Conheça um pouco de Marina Pechlivanis

 

Marina Pechlivanis - Brand Innovation

 

Umbigo do Mundo na Globo News

 

Todo Seu - Entrevista - Gifting - 04/08/2014

 

Uma marca é o que ela oferece - #01 

Economia das Dádivas: A tendência que está revolucionando o mercado

MARINA PECHLIVANIS PODERÁ APLICAR SEU CONTEÚDO NOS SEGUINTES FORMATOS
palestra workshop treinamento consultoria
X X X -

Marina Pechlivanis

Comunicação e Gifting

Temas: Atendimento ao Cliente, Comportamento do Consumidor, Comunicação e Marketing, Criatividade, Sucesso, Vendas e Negociação

 

SOLICITE UMA PROPOSTA Temos qualidade no seu atendimento e segurança na contratação.

 

 

SOBRE:

Marina Pechlivanis é mestra em Comunicação e Práticas de Consumo pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), onde se graduou em Comunicação Social. Sua dissertação, com o tema Comunicação e Consumo de Cultura Fast-Food, na linha de pesquisa de Impactos Socioculturais da Comunicação Orientada para o Mercado, venceu o Prêmio ABF Destaque Franchising na categoria Trabalho Acadêmico.

 

Sócia-fundadora da Umbigo do Mundo, agência de comunicação estratégica criada em 1999 e vencedora, entre outros prêmios, do ouro no The MAA Worldwide Globes Awards na categoria Best Long Term Loyalty & Relationship Marketing por mais de 10 anos atuando na mudança de hábitos de consumo na praça de alimentação com foco em refeições saudáveis para crianças.

 

Tem mais de vinte e cinco anos de vivência em planejamento, criação e novos negócios, atendendo clientes no Brasil e no exterior em ações de comunicação, branding, relacionamento, ativação e promoção, com diversos projetos sociais para ONGs, associações e instituições do 3º setor, incluindo a campanha “Dia de Doar” no Brasil.

 

Em 2008 cunhou o conceito de Gifting®, que abarca a ciência de dar, receber e retribuir gifts no universo corporativo; e lançou a metodologia Gifting&Rituals Map®. Hoje, são mais de 250 palestras, aulas, workshops e entrevistas realizados, do Festival de Cannes (França) a programas de TV como o Conta Corrente (GloboNews); de empresas como o Banco do Brasil a universidades como a Florida University (EUA) e o Istituto Europeo di Design (Milão); sem contar eventos como o HSM ExpoManagement (2016), o Congresso ABCR (2016), o LATAM Retail Show (2017) e o CONARH (2017).

 

Professora de Criação Brand Equity e Planejamento de Comunicação em cursos de pós-graduação. Como moderadora e treinadora, já participou de eventos de grandes marcas lançando conceitos e inspirando equipes. Como articulista, escreve para diversas publicações no universo de comunicação e marketing.

 

Autora de mais de 20 títulos em negócios, infanto-juvenil e poesia, com destaque para O Guardador de Palavras (Saraiva, 2001, selecionado para o PNLD), Tuik, o Amigo Imaginário (Formato, 2006, indicado ao Jabuti) e Malabares (Patuá, 2017). Tem coautoria no livro Gifting. Domine esta ciência e multiplique o poder de comunicação de sua marca (Campus Elsevier, 2009). Organizou os livros Phrase Book 4, Phrase Book 5, Phrase Book Kids, Duailibi das Citações 9.000 e Duailibi das Citações 12.000 de Roberto Duailibi, com quem, em coautoria lançou os livros Duailibi Essencial 4.500 Frases Essenciais (Campus Elsevier, 2005) e a série Idéias Poderosas: Felicidade, Negócios e Inteligência (Campus Elsevier, 2008). Tema de palestra, lançou o livro Economia Das Dádivas: O Novo Milagre Econômico (Alta Books, 2016).

 

Em 2013, com a missão de ajudar as empresas a localizar, organizar e construir seus diferenciais proprietários e estratégicos alicerçados em seus “dons de origem”, lançou a metodologia de Diagnóstico e Planejamento de Comunicação Dádivas de Marca®/The Gift of a Brand® já implementada em diversas empresas, inclusive fora do Brasil. Utilizando ferramentas proprietárias para a organização do legado comunicacional corporativo como o ICM®, Índice de Consistência de Marca, Marina está dedicada a estimular a construção de relações de consistentes entre marcas, pessoas e culturas atuando também como sócia da UDM&Co Projetos para Comunicação Eficiente, consultoria especializada no planejamento eficiente de comunicação e no desenvolvimento de negócios, alicerçada em relações de troca.

 

PALESTRAS:

 

RELAÇÕES SÃO TUDO!
Estratégias de gifting para fortalecer
relacionamentos pessoais e corporativos.

 

Gifting é muito mais que distribuir gifts: é um relacionamento que, pelas trocas que proporciona, pode gerar vínculos poderosos no mundo dos negócios. Quando as ações são autênticas, proprietárias e bem planejadas podem gerar memórias inesquecíveis e entrar no “universo particular” do seu público de interesse. Vale para um profissional que precisa se posicionar com diferenciação no mercado de trabalho, assim como para uma marca que precisa comunicar com clareza seus principais ativos frente a concorrência. Uma marca, de pessoa física ou jurídica, é sempre percebida por aquilo que ela oferece, em todas as plataformas de comunicação: do olho no olho ao face to face. E você, o que está oferecendo? Que imagem está passando para o mercado?

 

Proposta

 

Apresentar o poder do Gifting no planejamento estratégico de todas as ações de relacionamento de uma marca, gerando discursos proprietários e rituais de diferenciação que servem para as mais diversas plataformas: on, off, OOH, endomarketing, promoção, ativação, treinamento, fidelização…Como fundamentação, marketing, comunicação, consumo, antropologia e sociologia, ilustrados por cases práticos na política e no mercado, no Brasil e no Mundo. Como inspiração, NeuroEconomy, Sharing Economy, Gift Economy, Freeconomics, entre outras tendências estratégicas.

 

RELAÇÕES CORPORATIVAS ÉTICAS E CRIATIVAS:
o papel estratégico do gifting e do compliance.

 

As trocas de presentes, de acessos, de informações e de interesses fazem parte da história da humanidade. Inúmeros líderes e empresas conquistaram seus territórios oferecendo moedas de troca “indevidas” em forma de dinheiro, de benefícios ou de prestígio, gerando superávits que desestabilizam a economia.

 

Considerando que uma marca é tudo aquilo que ela oferece, o gifting assessora as lideranças corporativas a definirem limites e protocolos proprietários e autênticos, planejando políticas claras no relacionamento com o mercado, tendo como base o compliance. Parceria estratégica de conteúdo: IBDEE Instituto Brasileiro de Direito e Ética Empresarial.

 

Proposta

 

Debater a linha tênue entre o que é presente e o que é propina, entre o gift e a gafe — do pagamento de um almoço à oferta de objetos, ingressos, descontos ou vantagens —, discutindo a ética nos valores objetivos e subjetivos estabelecidos para estas trocas. Apresentação detalhada da cartilha “Gifting&Compliance, como ser ético sem deixar de ser criativo”, contendo legislação atualizada sobre regras de hospitalidade e troca de presentes para áreas de relações governamentais/institucionais.

 

NOVOS LAÇOS DE CRIAÇÃO DE VALOR
ENTRE INDIVÍDUOS E EMPRESAS: a Economia das Dádivas e as tendências que estão revolucionado os mercados.

 

Segundo Deepa Prahalad, “a Economia das Dádivas é um conceito que tem relevância tanto para o comportamento individual quanto para as empresas. Está sendo conduzida por poderosas tendências macroeconômicas e por um novo ethos, preocupado com a justiça e com a igualdade. A ideia de uma economia de troca, e o conceito mais amplo de compartilhamento, voltaram à pauta. Não são um meio de distribuição de valor, mas, ao mesmo tempo, são fundamentais para a criação de valor por indivíduos e empresas. Tanto o momento quanto a mensagem são importantes para todos nós.”

 

Pensando nas empresas, como podem, considerando o montante de recursos que mobilizam para estabelecer contato com seus públicos de interesse, realizar negócios de forma revigorada, inteligente e sustentável, que tragam satisfação e bem-estar para as pessoas? Como podem se beneficiar desse processo para criar relações mais interessantes, memoráveis e consistentes com seus públicos de relacionamento, fazendo a diferença? Trata-se de uma nova forma de entender qual é a razão de consumir, vender, comprar, acumular, ganhar, trocar e compartilhar em um novo circuito de energia que mobiliza os negócios e pode — dependendo de como for usado — fazer bem para o relacionamento das marcas com o mercado e com a sociedade.

 

Proposta

 

Qual a relevância da economia das dádivas no atual momento socioeconomico? Como as novas economias, com foco em virtudes humanas e inovação em rede, podem abordar questões fundamentais para melhorar o mundo? Qual o papel das empresas: novos modelos de responsabilidade social? Quais as perspectivas mundiais na visão de pensadores, economistas, sociólogos e visionaries? Quais os cases de sucesso, as inspirações das marcas? Quais as oportunidades de atuação no Brasil? Como empresas e pessoas podem implementar a Economia das Dádivas?

 

BOA COMUNICAÇÃO: quem tem sabe a diferença que isso faz

 

O que sua marca quer oferecer? Quais as suas intenções? Está claro para as pessoas? Não adianta apenas comunicar, é preciso comunicar de forma pertinente e autêntica; identificar os dons de uma marca, que só podem ser dela e de mais nenhuma outra. Como localizar a essência, o diferencial estratégico e competitivo, aquele posicionamento que pode fazer toda a diferença no entendimento da marca e na conexão que pode ser gerada em toda a cadeia de relacionamento? Como aproveitar o que cada plataforma tem de melhor, com o mais adequado ritual de troca para fortalecer as propriedades desta marca? Como atuar de forma eficiente e sustentável em uma era de contenção de custos, especialmente em comunicação?

 

Proposta

 

Integrando mercadologia, teorias de consumo além de fundamentos de neuroeconomia, apresentar métricas bem sucedidas de captação de informações corporativas para o planejamento, criação e implementação de estratégias de comunicação. Discutir case studies eficientes, de acordo com o segmento de negócio da empresa contratante. Mostrar insucessos destacando as falhas estruturais. Comprovar que a consistência é o que realmente faz a diferença.

 

OBESIDADE INFANTIL E PUBLICIDADE: qual o peso da comunicação nesta balança polêmica?

 

Dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) divulgados pelo IBGE demonstram que, no Brasil, um terço das crianças de 5 a 9 anos está acima do peso; no sudeste, a proporção é maior, de 40%. Desse total, 15% das crianças já estão obesas. Durante os últimos anos, diversos órgãos públicos e privados discutiram o tema de forma acirrada, em busca de medidas práticas para a saúde pública com foco na educação alimentar da população e na prevenção de doenças como hipertensão, diabetes melito e a própria obesidade. Como as empresas do segmento devem se posicionar? O que comunicar?

 

Proposta

 

Discutir modelos que consideraram as ferramentas de comunicação como aliadas para a mobilização e a conscientização nos meios/veículos em que as crianças e seus pais recebem entretenimento e informação, utilizando plataformas como o gaming e as redes sociais para engajar, informar e educar.

 

Como inspiração, cases premiados demonstrando a diferença que a consistência e a preocupação com a sociedade fazem na geração de valor para uma marca.