Raul Rosenthal----

Mais fotos:


Vídeo:

RAUL ROSENTHAL PODERÁ APLICAR SEU CONTEÚDO NOS SEGUINTES FORMATOS
palestra workshop treinamento consultoria
X - - x

Raul Rosenthal

Empresário, Conselheiro

Temas: Liderança, Superação

 

SOLICITE UMA PROPOSTA Temos qualidade no seu atendimento e segurança na contratação.

 

Sobre:

 

Raul Rosenthal é sócio fundador da M2 Participações, atuando nas áreas de reestruturações, ínterim management, fusões, aquisições e participações. É, também, sócio fundador da P&L – Partnership and Learning, empresa de treinamento de alto nível. Por quatro anos, foi Presidente das empresas de Leasing, Financeira, Seguradora e do Cartão de Crédito Bozano, Simonsen/Meridional e também COO do Banco Meridional/Bozano, Simonsen S.A. Por cinco anos foi Presidente da TVA e DirecTV e anteriormente, por doze anos foi Presidente das empresas  American Express Cartões de Crédito, Travelers Cheque e Banco, na Argentina /Cone Sul, Brasil e América Latina.

 

 

Tem um Ph.D. em Production Engineering-Financial Simulation pela University of Birmingham-Inglaterra.  Possui um M.Sc. pela  University of Birmingham-Inglaterra e outro pela COPPE/UFRJ. É Engenheiro Industrial de Produção.

 

 

É ex-Professor da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo e da Fundação Getúlio Vargas-SP. Tem diversos trabalhos publicados no Brasil e exterior.

 

 

É membro do Conselho de diversas empresas tais como: Copebrás-Grupo Anglo American; Grupo Eberle Mundial; Qualicorp e JMacedo. Participou de diversos outros Conselhos no Brasil: Telemig/Telenorte Celular; Parmalat Alimentos; Sharp do Brasil; HBO Latin América; DirecTV Latin América; Avipal; Elegê Laticínios; ... e no exterior: Canbras Communications Corporation-Bell Canadá International/Toronto-Canada; TeleTech International/ Denver-USA;

 

 

É Diretor do WPO-World Presidents’ Organization desde 2001; Vice-Presidente do Conselho Diretor da Junior Achievement Brasil e ex-Presidente da ABTA-Associação Brasileira de Televisão por Assinatura.

 

 

Em 1988 e 1995 foi eleito um dos executivos do ano pela revista Exame.